Pesquisar este blog

Carregando...

Alimentação da mãe durante a gravidez II

A alimentação é um dos fatores que mais influencia o nosso estado de saúde e essa influência começa muito antes do nascimento. Isto significa que a alimentação durante a gravidez é da maior importância não só para a grávida mas também para o futuro bebê. É afinal daí que provêm as matérias primas para a formação do novo ser.
Comer bem não é comer por dois; é sim comer duas vezes melhor.

Como deverá ser distribuído o aumento de peso ao longo da gravidez?

Este aumento de peso é muito discreto nos primeiros meses acentuando-se no último trimestre.
Durante os primeiros 4 meses – cerca de 1,5 - 2 kg
5º e 6º mês – 3 kg
Ú ltimo trimestre – 6 kg

Esta situação reflete o desenvolvimento do bebê que evolui lentamente no início, ganhando depois peso de uma forma muito mais acentuada:
À s 10 semanas pesa cerca de 5 g
À s 30 semanas pesa cerca de 1,5 kg (aumento de 300 vezes!)
À s 40 semanas pesa em média cerca de 3,5 kg

O acréscimo de peso no final da gravidez resulta da soma dos seguintes factores:
Peso do bebê – 3,5 kg (em média)
Placenta, líquido amniótico e outras alterações fisiológicas – 4 kg
Gordura de reserva (destinada à amamentação) – 3,5 kg

Um aumento excessivo de peso não significa necessariamente um bebê maior e pode mesmo trazer inconvenientes para o trabalho de parto e para a própria saúde de ambos, significando ainda uma maior dificuldade de recuperação do peso anterior à gravidez.
Por outro lado, um aumento deficiente de peso pode interferir no normal desenvolvimento do bebê aumentando o risco de prematuridade e de bebês com muito baixo peso.
É importante referir ainda que a gravidez não é uma boa altura para corrigir problemas de peso. Mulheres com excesso de peso não deverão “fazer dieta” para emagrecer durante a gravidez, mas sim controlar aumentos excessivos de peso.

E as necessidades nutricionais...
A grávida tem maiores necessidades de todos os nutrientes, de uma forma geral. Continua a necessitar de nutrientes para si mesma e paralelamente para garantir a formação e o desenvolvimento saudáveis do seu bebê.

A alimentação durante a gravidez deve ser variada, em pequenas frações, ter na sua composição todos os alimentos que constituem a RODA DOS ALIMENTOS.

As vitaminas
O ácido fólico é uma vitamina presente nas folhas verdes, nas carnes, e em especial nos cereais enriquecidos. A sua importância é grande na prevenção de algumas malformações do feto, pelo que deve ser administrado ainda antes da gravidez. É uma das vitaminas cujas necessidades mais aumentam durante este período.

A vitamina C é essencial para o bom aproveitamento do ferro ajudando a prevenir a anemia. Está presente nos frutos, especialmente nos citrinos e no kiwi.

A vitamina D é importante para a absorção e fixação do cálcio nos ossos da grávida e adicionalmente para a formação do esqueleto e dos próprios esboços dentários do bebê. Está presente nos produtos lácteos gordos ou meio gordos ou magros enriquecidos.

A água e a fibra
Por razões diversas a obstipação é muito frequente durante a gravidez. Para a prevenir é essencial uma ingestão adequada de fibra alimentar, presente nos legumes, frutos e cereais pouco refinados.
Simultaneamente é indispensável beber cerca de 2 litros de água por dia. Os sumos de fruta naturais e preparados no momento são também excelentes.

Os minerais
O ferro é um componente dos glóbulos vermelhos do sangue que tem a função de transportar o oxigénio a todas as células e a sua carência resulta em anemia. A grávida tem necessidades acrescidas de ferro uma vez que, para além das suas próprias necessidades está a formar os glóbulos vermelhos do bebê. Para além da ingestão alimentar de ferro presente nomeadamente nas carnes vermelhas, é frequente dar-se como suplemento.

O cálcio é o constituinte mais importante dos ossos e dentes. Para evitar o enfraquecimento dos seus próprios ossos a grávida deve ingerir alimentos ricos neste mineral como é o caso dos lacticínios. Deve no entanto assegurar-se da sua qualidade e de que são pasteurizados, nomeadamente o queijo fresco e o requeijão.

Como compor a alimentação diária?
A alimentação deve (continuar a) ser variada e contemplar alimentos de todos os grupos da Roda dos Alimentos:

Os legumes e a fruta (grupo V) são essenciais pela sua riqueza em vitaminas, fibra alimentar e água e simultaneamente baixo valor calórico. Tenha especial atenção aos legumes crus que devem ser muito bem lavados. Fora de casa pode ser preferível optar pelos legumes cozinhados em vez das saladas, dada o possibilidade de transmissão de algumas doenças.

Os cereais e derivados (grupo IV), são importantes como fonte de energia, glícidos complexos, fibra alimentar, vitaminas e minerais. Neste grupo deve preferir alimentos pouco refinados por serem mais ricos em fibra, vitaminas e minerais, por exemplo o pão de mistura é preferível ao pão branco. Os cereais de pequeno almoço são igualmente uma excelente opção, ricos em fibra, minerais e vitaminas, nomeadamente ácido fólico. Ajudando também ao bom funcionamento intestinal, mantêm uma sensação de saciedade mais duradoura.

Os lacticínios (grupo I) são excelentes fontes de cálcio, proteínas e vitaminas. A grávida deve beber diariamente entre 500 e 750 ml de leite ou equivalentes. O iogurte, para além dos benefícios do leite como a sua riqueza em cálcio e em diversas vitaminas tem a vantagem de ser de digestão muito fácil e ajudar a um bom funcionamento intestinal. Opte por lacticínios meio gordos ou magros mas enriquecidos, nomeadamente em vitaminas.

Queijos: no caso do queijo fresco assegure-se de que é pasteurizado e verifique as condições de higiene em que é vendido. Dos restantes queijos escolha os menos gordos e com menos sal.

As carnes e o peixe (grupo II) são fontes de proteínas por excelência e diversas vitaminas. As carnes são igualmente uma fonte de ferro por excelência. O peixe é rico em gorduras polinsaturadas e em ácidos gordos essenciais, de extrema importância para o desenvolvimento do cérebro da visão do bebé, essencialmente durante o último trimestre de gravidez.

As gorduras são muito importantes mas estão presentes em praticamente todos os restantes alimentos o que justifica as pequenas dimensões do grupo III. A sua qualidade é particularmente importante neste período: as gorduras de origem vegetal como o azeite são boas fontes de ácidos gordos essenciais e de preferência devem ser utilizadas em cru para não perderem as suas qualidades. Para cozinhar o azeite continua a ser a melhor escolha embora deva ser o menos aquecido possível.


O que deve privilegiar?

• Frutas e legumes (muito bem lavados ou cozinhados)
• Cereais (privilegiando os mais ricos em fibra)
• Lacticínios (500 – 750 ml de leite ou equivalentes /dia, por exemplo iogurtes
• Um consumo regular de peixe (idealmente 1 refeição/dia)
• Água (pelo menos 2 litros/dia)
• Refeições regulares (com intervalos de 3 a 3,5 horas)
• Comer devagar mastigando bem os alimentos
• Exercício físico adaptado ( por ex. andar a pé)

O que deve evitar?

• Gorduras, principalmente aquecidas (ex. fritos e refogados)
• Açúcar e doces em geral (reservados para ocasiões especiais)
• Sal e produtos salgados (ex. charcutarias, snacks)
• Álcool, café e outras bebidas estimulantes (evitar os refrigerantes e gaseificadas)
• Carnes mal passadas e legumes crus mal lavados. Eles podem ser fontes de transmissão de doenças
• Intervalos longos entre as refeições

Como evitar a obstipação?
A obstipação (prisão de ventre) é um problema muito comum durante a gravidez, com tendência a agravar-se ao longo deste período. Pelas alterações hormonais próprias da gravidez e pela pressão que o útero em crescimento vai exercendo sobre o intestino é frequente surgir dificuldade no funcionamento intestinal. Para evitar esta situação é importante:
Beber muita água ao longo do dia (2 l)
Consumir diariamente fruta, legumes e cereais ricos em fibra;
Fazer exercício físico regularmente

Como lidar com as naúseas e vómitos?
As naúseas e vómitos são bastantes frequentes no primeiro trimestre de gravidez embora por vezes se prolonguem até mais tarde. Para lidar com este incómodo é conveniente:

• Comer várias vezes ao dia e pouco de cada vez;
• Evitar refeições com muita gordura;
• Beber muita água em pequenas quantidades de cada vez;
• Comer alimentos secos como tostas ou bolachas de água e sal que ajuda a aliviar as naúseas


Tomar medicamentos sem conselho médico é sempre uma atitude de risco mas durante a geavidez há mais alguém a sofrer as consequências. Não tome qualquer medicamento sem consultar o seu médico.

VIDA DIÁRIA: Rodeie-se de um clima de tranquilidade durante toda a gravidez. Evite discussões e procure descansar bastante longe do barulho, escutando música relaxante. Lembre-se que o bebé ouve os sons exteriores a partir dos 5 meses, e proporcionar-lhe esses momentos de harmonia é, sem dúvida, benéfico para ele.

VIDA LABORAL: Outra boa medida para manter o bom ânimo é continuar a fazer a vida normal. Às mulheres trabalhadoras a continuidade da sua vida laboral proporciona-lhes confiança e estabilidade tendo em conta as situações em que o repouso seja indicado pelo médico, ou que o cansaço físico dificultem a sua actividade.

O BEM-ESTAR EMOCIONAL
Não podemos falar da saúde corporal sem referir o equilíbrio emocional. A maternidade é, sem dúvida, umas das experiências mais maravilhosas e enriquecedoras que uma mulher pode viver. Contudo, da mesma forma que aparecem sentimentos de ternura, também surgem receios, temores e até uma certa hostilidade face ao novo estado, que a tornam confusa. Deve recordar-se que todas estas alterações são um reflexo de intensas secreções hormonais, que provocam na grávida uma maior instabilidade emocional. Por outro lado, é normal que uma pessoa adulta se interrogue a si mesma sobre a sua capacidade para assumir a responsabilidade de ser mãe. Tente ultrapassar estas questões, falando com o seu médico e se necessário poderá ter apoio de um Psicólogo: sentir-se-á melhor e o bebé será o primeiro a beneficiar.

Os cereais NESTLÉ FITNESS são preparados à base de trigo integral e arroz, ricos em fibras, vitaminas como o ácido fólico e minerais nomeadamente ferro e cálcio. Constituem uma excelente opção para o pequeno almoço promovendo uma boa saúde e ajudando ao bom funcionamento intestinal.

NESTLÉ FITNESS & FRUITS alia a riqueza dos cereais ao sabor da fruta. Rico em fibras, vitaminas e minerais constitui um pequeno almoço delicioso e de elevado valor nutricional.

Pela sua extraordinária riqueza em fibras NESTLÉ FIBRE 1 é excelente na regularização do funcionamento intestinal e é igualmente enriquecido em vitaminas e minerais.

O gama de iogurtes NESTLÉ Bifidus tem ainda a vantagem adicional de ajudar ao equilíbrio da flora intestinal promovendo graças à acção dos bifidus, à sua riqueza em fibra, sendo ainda enriquecido em cálcio.

O iogurte Longa Vida Natural da NESTLÉ é rico em cálcio, de baixo valor calórico e de fácil digestão constituindo também uma boa opção para ingerir lacticínios.

23 comentários:

Anônimo disse...

o meu exame deu 20 MIU/ML estou gravida ou nao ??me ajudem por favor

Anônimo disse...

meu exame de superio a 25 gostaria de saber de quanto tempo eu estou??

Anônimo disse...

Minha menstruacao durou um dia so, o exame de farmacia deu negativo. O beta era pra ser menor ou maior que 10MIU/ML e meu resultado foi 0,5 MIU/ML. . Na verdade nao tive atraso na mesntruacao esse mes, so que nao tive sintomas de menstruacao como todo mes. E durou apenss um dia. Sera que estou gravida de muito pouco tempo, e foi a implantacao e nao menstruacao ou e algum problema?

Anônimo disse...

oiii fiz o beta e deu Reagente os valores foram:
sensibilidade 25,0mul/ml
Reagente maior ou igual a 25,0mul/ml
Não reagente menor que 25,0mul/ml

estou mesmo gravidaa?

Lorrane Gomes Martis disse...

fiz o teste de gravidez e deu 40,31 sera q estou gravida e de quanto tempo

adriano campos guilherme disse...

ola boa tarde,minha esposa fez o teste do HCG quantitativo e deu 0,60 ela esta ou nao gravida

Rafaela Costa disse...

Eu exame de gravidez deu 39 semanas eu estou gravida ou nao

Rafaela Costa disse...

Eu exame de gravidez deu 39 semanas eu estou gravida ou nao

Armanda disse...

oi Rafaela, como esse resultado foi expresso? tens certeza que diz 39 semanas no teu exame? ?

Elitonmineiro Mineiro disse...

bom dia enviei uma pergunta a um determinado tempo a respeito de um exame de minha esposa e ate agora nao obtive nenhuma resposta.se estiver como dar uma olhada iria agradecer muito

Raquel Barbosa disse...

Ola meu exame deu negativo sensibilidade 25mUI
E os sintomas continuam.. estou gravida ou esse valor é indeterminado ?
Meu email : raquel.lau@hotmail.com
Aguardo resposta me ajudem

Paulo Sergio disse...

Alguém sabe me dizir quantas semanas de gravidez minha esposa está com esse resultado 231,10

Paulo Sergio disse...

Alguém sabe me dizir quantas semanas de gravidez minha esposa está com esse resultado 231,10

Anônimo disse...

Meu nome é Luciene, fiz o exame e deu 11,2mUl. Pode ser positivo? Muito tensa, pq fiz uma bariátrica há quatro meses.

cleiton disse...

Minha esposa fez um teste mas deu negativo 10 ul/ml mais tem mesmos de 10/dias que ela ta sentindo os simtomas
De gravidez será que o teste deu errado?

Lili disse...

Oi alguém pode me ajudar por favor, fiquei menstruada no mes passado duas vezes e não estou mais tomando pílula, e sempre fui regular mesmo assim. E em março teria que ter vindo no dia 10 mais ate agora nada. Fiz um beta e deu 25ul mais deu negativo, queria saber se poder ter dado errado pois ate agora não fiquei menstruada. Devo repetir daqui algumas semanas, pois nas minhas contas estou com 14 dias de atraso

Unknown disse...

Meu resultado deu 5.486,0 mui/mL e o volores de ferencia é 5,8

Claudinei Alves disse...

Meu resultado deu 5.486,0 mui/mL e o volores de ferencia é 5,8

Unknown disse...

O meu deu 3,0 estou ou n grávida? Tengo37 anos

Unknown disse...

O meu deu 3,0 estou ou n grávida? Tengo37 anos

Talisson Bruno disse...

Minha mulher fez um ensame da beta e o dela está assim beta gonadotrofina corionica........ :<0.100 ela está grávida ou n

Jady Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Gente por favor. O meu deu <1.20 será que posso tá grávida?

Postar um comentário

Seguidores

Facebook

Conheça

Conheça
A Idade de Ser Feliz

Participamos

 
Copyright 2011 APÓS OS TRINTA ANOS. Designed by Cute Templates Blogger.
Thanks to: Link 1, Link 2, Link 3.